Acadêmia


Ensino Superior, formador de cidadãos conscientes [?!].

Para início, começo apresentando a cultura musical universitária, propagada pelo popular e atual boom do “sertanejo universitário”, algumas [duas] letras:

 

01 – ESTUDAR PRA QUE? [Janderson e Anderson]

Estudar pra que?
Estudar que nada se eu to feliz aqui
Com a galera pingaiada.

Estudar pra que?
Não to nem ligando enquanto uns queima os miolos
Eu levo a vida festando.

Combinei com meus amigos
Na aula não aparecer
Vou tomar as minhas pingas
Até o amanhecer
Essa vida de estudante
Não tem cuca que aguente
Por isso que eu vou festa
E mergulhar na água ardente.

Estudar pra que?
Estudar que nada se eu to feliz aqui
Com a galera pingaiada.

Estudar pra que?
Não to nem ligando enquanto uns queima os miolos
Eu levo a vida festando.

A festa ta animada mulherada de montão
A pinga roda na mesa com viola e violão
Meto cachaça no peito eu já to ficando é bom
Mulherada se segura que eu to, que to na pressão.

Estudar pra que?
Estudar que nada se eu to feliz aqui
Com a galera pingaiada.

Estudar pra que?
Não to nem ligando enquanto uns queima os miolos
Eu levo a vida festando.

02 – UNIVERSITÁRIO PXXXA NENHUMA [Brenno Reis e Marco Viola]

Universitário pxxxa nenhuma
Sou cowboy sem faculdade aprendi tudo na rua
Universitário pxxxa nenhuma
To sem tempo de estudar vivo festando na rua

Um barzinho da esquina de frente pra faculdade
A galera se reune pra curtir a liberdade
Eu to sempre misturado sempre bem acompanhado
Não tem dia não tem hora pra mim sempre é feriado
Tiro dez com a mulherada mais no curso é só DP
To tentando melhorar mais sem festar não sei viver

Universitário pxxxa nenhuma
Sou cowboy sem faculdade aprendi tudo na rua
Universitário pxxxa nenhuma
To sem tempo de estudar vivo festando na rua

Professor não tenho culpa to querendo estudar
O problema é esse povo que não para de ligar
Hoje tem festa na cidade todo mundo vai pra lá
Vai ter moda sertaneja mulher e cerveja não vai faltar
Estudar até estudo o problema é misturar
Alada com faculdade meu Deus onde vou parar

Volto ao fomento de minha escrita.

Em busca do meu retorno aos Centros Acadêmicos na continuação-reiniciação de meu curso de Engenharia [Civil], ontem prestei uma prova vestibular na FESP [Faculdade de Engenharia São Paulo] e tive que fazer uma redação, onde o tema proposto foi: “A importância do Ensino Superior em sua vida”.

Usei como o título a frase sublinhada no início do texto exclusos os colchetes, a interrogação e a exclamação, o que segue foi minha redação [guardei o rascunho], onde eu tinha vinte linhas disponíveis e no mínimo quinze para utilizar. Achei que seria uma tímida mas também boa continuação-reiniciação ao “peregrinocaminho” aqui. 

…[start]

O convívio e engajamento nos meios acadêmicos são fatores determinantes para a formação de cidadãos responsáveis e idôneos na sociedade. Acreditando que as faculdades e universidades geram mais do que bons profissionais, geram humanos coerentes, justos e íntegros.

Estudar, aprender, ler, racíocinar, escrever, resolver e praticar, me faz mais do que uma pessoa inteligente, me faz ser alguém que compreende melhor a vida, o mundo, as pessoas. Não estudaria nunca, se apenas pensasse ser algo simplesmente rentável e financeiramente promissor, se isso não me fizesse e me tornasse alguém melhor, principalmente melhor para o outro, se não me fizesse alguém mais humano e mais sensível a todas as questões cotidianas da vida.

Penso que estudar é importante para minha vocação, sou e faço algo na sociedade que é produtivo pessoal e comunitariamente, isso me faz ser gente.

…[end]

Sonho e milito com [por] uma Juventude Relevante Possível, como abordado oportunamente pelo camarada Alex Fajardo em seu relevante blog, no http://alexfajardo.wordpress.com/2010/12/20/juventude-relevante-e-possivel/.

Uma Juventude que vai as ruas e escreve, canta e vive músicas de subversão, utopia, revolução, indignação e luta pelo que realmente merece. Juventude que não barateia a luta de quem antes-ontem, lutou e deu seu sangue para termos a liberdade adquirida e vivida hoje.

O grito antes era outro: DIRETAS JÁ! Acredito que hoje tenha que ser: JUVENTUDE RELEVANTE JÁ!

Vamos às ruas.

Anúncios

Deixe uma resposta, opine.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s