Peregrinação e Utopia


Ando devagar porque já tive pressa,
E levo esse sorriso, porque já chorei demais,
Hoje me sinto mais forte, mais feliz quem sabe,
Só levo a certeza de que muito pouco eu sei, ou
Nada sei,

Conhecer as manhas e as manhãs,
O sabor das massas e das maçãs.
É preciso amor pra puder pulsar, é preciso paz
Pra poder sorrir, é preciso a chuva para florir.

Penso que cumprir a vida, seja simplesmente
Compreender a marcha, ir tocando em frente,
Como um velho boiadeiro, levando a boiada
Eu vou tocando os dias pela longa estrada, eu vou,
Estrada eu sou, conhecer as manhas e as manhãs,
O sabor das massas e das maças,
É preciso amor pra puder pussar, é preciso paz
Pra poder sorrir, é preciso a chuva para florir

Todo mundo ama um dia, todo mundo chora,
Um dia a gente chega, no outro vai embora,
Cada um de nos compõe a sua história, cada ser em si
Carrega o dom de ser capaz, e ser feliz,
conhecer as manhas e as manhãs,
O sabor das massas e das maças,
É preciso amor pra puder pulsar, é preciso paz
Pra poder sorrir, é preciso a chuva para florir

Ando devagar porque já tive pressa,
E levo esse sorriso, porque já chorei de mais,
Cada um de nos compõe a sua história, cada ser em si
Carrega o dom de ser capaz, e ser feliz

[Ando devagar – Almir Sater e Renato Teixeira]

O vento sopra onde quer. Você o escuta, mas não pode dizer de onde vem nem para onde vai. Assim acontece com todos os nascidos do Espírito. [João 3.8 – NVI]

“Assim acontece com todos os Peregrinos Aéreos”. Se guiam pelo Sopro do Espírito, pelo som do Vento Supremo.

Todo peregrino é Utópico. Caminha sobre o horizonte que se abre, ou imagina estar aberto.

“A Utopia está lá no horizonte. Me aproximo dois passos, ela se afasta dois passos. Caminho dez passos e o horizonte corre dez passos. Por mais que eu caminhe, jamais alcançarei. Para que serve a Utopia? Serve para isso: para que EU não deixe de caminhar”.

Peregrino sem Utopia, não caminha. Estagnado fica. Juventude sem Utopia, se corrompe. Sem beleza fica.

Mas há um problema. Existem os Utópicos Vázios. Andam no vácuo, desorientados, perdidos. Pensam que o Nirvana da Utopia está no caminhar. Não sabem que na verdade a Supremacia da Utopia está no Vento. Depende do Ar, do Sopro, que empurra o horizonte pra frente, balança as folhas da árvores, dá asas aos passáros, enche os pulmões, amplia a visão, possibilitando novas jornadas, novos inícios, nova Vida.

O Peregrino Aéreo depende da Utopia. A Utopia depende do Sopro. E o sopro de onde vem?

Uns simplesmente dizem: dos quatro cantos, de qualquer lugar, do mar. Outros: dos deuses e de seus pseudos-poderes. E ainda outros: de Deus, do Pai, do Abba. Aquele que Sopra vida à todos, sem excessões. Justos ou injustos, crentes ou “do mundo”, impíos ou pecadores, Peregrinos Aéreos ou Vázios. Então, a diferença entre o Aéreo e o Vazio está onde? No proprio Peregrino, em sua sensibilidade ao Vento soprando movendo as folhas das árvores e tempos, em sua ansiedade pelo Supremo-Divino, através do ato Humano de caminhar, sobre a Utopia do Caminho que só o Vento com seu empurrão pode construir, arquitetar, engendrar.

Com o ouvido atento, mochila nas costas, calçados amarrados, sigo andando bem devagar, mas preparado para apertar o passo em momento oportuno.

Anúncios

Uma resposta para “Peregrinação e Utopia

  1. Utopia…
    Peregrinação…
    Caminho…
    Aonde ir? Ou até mais, com quem?
    Quem anda conosco nessa caminhada pra ninguém sabe direito aonde?
    Seguir a voz do vento, às vezes com alguém, às vezes sem e às vezesmesmo atrás de alguém, procurar quem é que sopra esse vento.
    Tamos juntos nesse caminho…

Deixe uma resposta, opine.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s